Nota de pesar

Geral

APRASC recebe novos associados
21/03/2019

Após prestigiarem a homenagem da Alesc aos profissionais do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina (CBMSC) que atuaram em Brumadinho, nesta quinta-feira (21) pela manhã, o presidente da APRASC, subtenente da reserva João Carlos Pawlick, e o 1° tesoureiro, subtenente da reserva Pedro Paulo Rezena, estiveram no gabinete da deputada estadual Ana Campagnolo (PSL). Na oportunidade, os dois se reuniram com o pai da deputada, o 3º sargento PM da reserva, Job Campagnolo que assinou sua ficha de adesão na APRASC.

“Já fui aprasquiano por muitos anos e agora estou retornando como associado, confiando muito no trabalho da atual diretoria”, disse. A parlamentar que também esteve presente disse que é uma aliada dos pleitos dos militares – policiais e bombeiros e confirmou que dará todo o seu apoio aos projetos defendidos pela APRASC, juntamente com os seus colegas de partido, os deputados coronel Mocellin e sargento Lima.

Novas adesões

Também nessa quinta-feira (21), estiveram na sede da APRASC, os policiais militares Geovane Luiz Junckes, Jennifer Maria Faccin e Willian Cleison Koppel Bergmann para se associarem à entidade. Eles foram recebidos pelo presidente João Carlos Pawlick, e pelo 1º tesoureiro Pedro Paulo Rezena.
Na oportunidade, os novos associados apresentaram suas demandas e entregaram as fichas de filiação.

GESA

No início do mês, a soldado Iara (Daiana Iara de Freitas), da GESA - Guarnição Especial de Santo Amaro da Imperatriz, juntamente com os colegas PMs Diego Ventura e Bruno Francisco da Silva também assinaram a ficha de associados da APRASC, aumentando assim o quadro de aprasquianos na Associação. A policial militar disse que entra para a APRASC com o objetivo de lutar pelos direitos dos colegas PMs que foram atingidos pela lei nº 661, de 2015, a qual considera inconstitucional e que “joga a todos na vala comum do INSS”.

A soldado Iara é uma das 950 policiais militares atingidas pela Lei Complementar nº 661, de 2015, criada pelo então governo Raimundo Colombo. A lei institui o Regime de Previdência Complementar (RPC- SC) de que tratam, no âmbito do estado de Santa Catarina, fixando o limite máximo aos benefícios previdenciários concedidos pelo regime próprio de previdência dos servidores do estado de Santa Catarina (RPPS/SC) e estabelece outras providências.

De acordo com essa legislação, todos os servidores públicos estaduais – incluindo os militares - que ingressaram no estado após setembro de 2016 tiveram seus benefícios limitados ao teto do INSS (R$ 5.645,80).

A APRASC deseja as boas-vindas aos novos aprasquianos e reforça o compromisso de trabalhar para preservar os direitos adquiridos dos praças, bem como, a busca pela valorização profissional dos policiais e bombeiros militares e a melhoria das condições de trabalho da categoria.

Para associar-se à APRASC clique aqui

Ouça a notícia na RádioWeb APRASC

Galeria de Fotos
[ Últimas notícias ]
POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES LUTANDO PELA SEGURANÇA DA SOCIEDADE
  • (48)3223-2241 3039-0609

Associação de Praças de Santa Catarina - Rua Raul Machado, 139 Centro - CEP: 88020-610 - Florianópolis/SC

Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira 8h às 12h e 14h às 18h