Confira os principais trechos da entrevista da APRASC com o deputado estadual Coronel Mocellin (PSL)

Geral

Policiais mortos em serviço são homenageados em cerimônia na Capital
08/05/2019

A APRASC participou, na noite dessa terça-feira (07/05), na Praça Getúlio Vargas, em Florianópolis, da cerimônia de homenagem aos policiais mortos em serviço. A solenidade foi realizada em frente ao Quartel do Comando-Geral por volta das 20h30min dentro do calendário de eventos alusivos aos 184 anos da Polícia Militar de Santa Catarina. O presidente João Carlos Pawlick, subtenente da reserva, representou a APRASC. 

“A cerimônia foi muito bonita. As luzes do quartel do Comando-Geral foram apagadas, deixando iluminado em destaque apenas o Memoral dos Policiais Tombados em Serviço. Muitos praças perdem a vida defendendo a sociedade e precisamos lembrar a memória desses nossos heróis”, destacou o presidente Pawlick. 

Também participaram da solenidade o comandante-geral da PMSC, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, e o subcomandante-geral, coronel Cláudio Roberto Koglin, além de outras autoridades, policiais e demais convidados.

"Quem labuta e luta, não morre. E estará sempre vivo em nossos corações”, destacou o coronel Giovani de Paula, da reserva remunerada, durante fala em homenagem aos policiais mortos em serviço.

Durante a homenagem, tochas acesas simbolizavam a vida e eram entoadas reflexões que faziam pensar naqueles que tombaram bravamente no cumprimento do dever. “A estes profissionais, que servem de exemplo e influenciam as novas gerações, prestamos esta homenagem”, colocou o capitão Alex Thomaz de Almeida, capelão da PM, ao citar Hebreus 11: 33-34, quando falava sobre encorajamento e continuidade. O capelão também propôs para que sempre lembremos daqueles que já se foram, daqueles que perderam as vidas defendendo outras vidas. “É como se eles passassem o bastão para nós. Policiais que devem ser reconhecidos e lembrados todos os dias. Em cada gesto, em cada ação, em cada ocorrência bem atendida”, finalizou. 

Encerrando a cerimônia, foi feita a leitura dos nomes dos policiais mortos em serviço nos últimos cinco anos. A cada nome lido era apagada a chama de uma das tochas simbólicas, que representavam a “chama acesa” da vida. Por fim, houve realizado o toque de silêncio e a salva de três tiros, em sinal de respeito. Duas viaturas finalizaram o ato com o acionamento das sirenes por um minuto. 

A APRASC também homenageia os praças tombados em serviço. Solidariedade a todos que perderam entes queridos que morreram lutando para salvar outras vidas. 

 

*Com informações de cabo Rodrigo Costa, da CCS PMSC

Fotos: 1º sargento RR Paulo Henrique Santana/CCS e soldado Rodrigo Nercolini Malinverni/CCS

Galeria de Fotos
[ Últimas notícias ]
POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES LUTANDO PELA SEGURANÇA DA SOCIEDADE
  • (48)3223-2241 3039-0609

Associação de Praças de Santa Catarina - Rua Raul Machado, 139 Centro - CEP: 88020-610 - Florianópolis/SC

Horário de funcionamento
Segunda a sexta-feira 8h às 12h e 14h às 18h